E agora leitor? Livro Físico ou Digital?

por: Gabriela Marold | Fotografia: Vlada Karpovich




Como se já não bastasse tanto debate em voga, mais um aparece volta e meia nas rodas de conversas ou nas postagens das redes sociais. Aos apreciadores de uma boa leitura, afinal, o que é melhor? O tradicional livro físico ou a versão digital?

Será que o livro físico pode se tornar obsoleto, assim como tantas outras coisas se transformaram ao longo dos últimos anos?


Se você se considera um leitor com "L maiúsculo", provavelmente, já tenha experimentado outras formas de leitura: audiobooks, livros eletrônicos, mas é possível que ainda esteja com a bandeirinha do livro físico erigida!


O fã clube desse tipo de exemplar gosta de iniciar essa conversa dizendo que a sensação do livro nas mãos, e até mesmo o cheiro do papel, não tem a menor comparação com a percepção proporcionada pelo formato digital.


Convenhamos que, mesmo com o avanço tecnológico, parece que o livro físico segue imbatível, pois, por mais que os outros formatos apresentem algumas vantagens e alguns leitores habituais acabam aceitando acessar alguns materiais de forma on-line, na hora de decisão, na hora do fator compra, o bom e velho livro de papel segue vencendo.


Vamos então aos fatos, às vantagens e desvantagens de cada formato.


Vantagens do Livro Físico


CONCENTRAÇÃO:


A leitura não corre o risco de ser interrompida devido a possíveis notificações — necessárias ou indesejadas. A absorção e retenção da informação  é melhor, pois o texto impresso exige um foco maior de quem lê, e ajuda assim a desenvolver mais a paciência e a agilidade leitor.


O fator distração acaba sendo menor na leitura com o livro físico.


EXPERIÊNCIA SENSORIAL:


A sensação de ter algo físico em mãos, juntamente com a chance de sentir a textura da capa, das páginas, e mais o cheiro livro, envolve praticamente todos os sentidos e causam uma sensação de bem-estar.


PERÍODO MAIOR DE LEITURA

O tempo dedicado à leitura com o livro físico geralmente é maior porque ele comprovadamente causa menos cansaço aos olhos. Não há exposição constante à tela.


PRESENTE/DECORAÇÃO


Um livro pode ser um objeto de presente — e se tiver com uma dedicatória torna o presente ainda mais especial. Além disso, ele entra na categoria de item decorativo, sendo exposto em estantes, mesas de centro ou no ambiente de trabalho.


EFEITO DIAGRAMAÇÃO

Na leitura de qualquer livro, à medida que as páginas são lidas, há uma percepção do progresso da leitura, assim como é possível perceber o quanto falta para o fim dela. Alguns tipos de livros, ou especificamente no caso das revistas impressas, as imagens conversam com o texto, por isso o tamanho das letras, das fotografias (ou artes em geral) são fatores importantes para a composição do todo. Em um formato digital, esse detalhe acaba não sendo tão bem aproveitado.


Citamos acima algumas vantagens que os livros físicos possuem, vamos agora elencar alguns benefícios que os formatos digitais podem oferecer:


Vantagens Livro Digital


FORMA DE TRANSPORTE


Os livros digitais são mais fáceis de transportar. Basta levar apenas um dispositivo eletrônico e o carregador de bateria que o fator "peso" não será um problema. Para o caso de viagens ou situações com dificuldades em levar muita bagagem, o livro digital é a escolha ideal.


DURABILIDADE

Os dois formatos exigem cuidados com o manuseio e conservação, mas a vantagem do digital está em ser mais durável. O conteúdo fica armazenado na nuvem, podendo ser acessado de outro dispositivo se houver necessidade. O livro físico, por mais que as editoras produzam materiais com muita qualidade, pode correr o risco de molhar, rasgar ou ficar amarelado e com odor desagradável (se mantido em local não indicado para conservação).


ESPAÇO


Os livros digitais praticamente não ocupam espaço, pois estão armazenados dentro de dispositivos eletrônicos. Já os livros físicos precisam de um local para eles. Para quem não dispõe de muito espaço, ou não deseja ter uma pequena biblioteca pessoal em casa, o formato também, nesse quesito, vence a disputa.


Escolha pessoal


Os dois formatos entregam experiências diferentes, mas o conteúdo interno é o mesmo. É muito difícil que o livro físico deixe de existir, mas, em algumas situações, a escolha pelo livro eletrônico poderá sim ser a melhor decisão.


Aqui na CULTIVAR & GUARDAR, utilizamos e oferecemos material digital em nossa plataforma (artigos no blog, vídeos, podcasts, site), mas acreditamos que a leitura de um livro ou, especificamente, da revista impressa, valoriza ainda mais a experiência de aprendizado e também de descanso. Experimente!


Por fim, acima de tudo, e independentemente da escolha pessoal de cada leitor, nunca é demais enfatizarmos que o importante é ler O Livro! Todos os cristãos precisam conhecer e meditar na Palavra. Ela é a nossa fonte principal de conhecimento e regra de fé e prática. O Criador, o grande Escritor, decidiu se comunicar com o Seu povo por meio da Revelação escrita, como bem pontuou Tony Reinke, em LIT; Um Guia Cristão para Leitura de Livros:


"Aquele que no princípio criou o cosmo pela palavra de sua boca,

Aquele que inventou a linguagem humana no Éden,

Aquele que dispersou as línguas por toda Babel, havia agora colocado a caneta sobre o papel --ou melhor, o dedo sobre a pedra -- e escreveu..."


Que tenhamos todos excelentes leituras ao longo da nossa vida!

 

Gabriela Marold é jornalista, redatora e editora de conteúdo da CULTIVAR & GUARDAR. Casada com Juliano, é mãe da Sarah e do Daniel. Serve na Família dos que Creem em Curitiba, PR.